Runnersp
Login:
Senha:
  |  

Nutrição Esportiva.

Nutrição Esportiva.

O atleta que pratica esportes e atividades físicas deve tomar muito cuidado com sua alimentação. A nutrição esportiva é um aspecto que influencia muito o desempenho das pessoas, que costumam fazer do esporte uma prática constante em suas vidas. A alimentação é a principal responsável pela manutenção da estabilidade da produção energética no organismo, possibilitando desse modo que o corpo humano se desenvolva, já que ele tem sua estrutura composta de gorduras, minerais, proteínas e água; e esses elementos necessitam ser fornecidos pela alimentação consumida pelo indivíduo.

No caso dos atletas, esse item é de vital importância, pois a nutrição esportiva é considerada por alguns especialistas na área, como um fator que possui grande influência sobre o desempenho do atleta. A nutrição esportista apresenta como objetivos principais: Promoção da saúde , otimização da recuperação após atividade física e melhora do desempenho do atleta. Por isso, a nutrição esportiva tem a capacidade de auxiliar na elaboração de um programa de exercícios físicos com um objetivo específico, seja para o aumento da força física ou para o emagrecimento corporal.

Composição da Alimentação Humana

De acordo com especialistas em nutrição,a alimentação do ser humano é composta por seis nutrientes combinados: Proteínas, (que são compostas por aminoácidos); Carboidratos; Gorduras (Lipídios ), além de Vitaminas, Sais Minerais e Água.

Existem cinco áreas que devem estar equilibradas para que os esportistas possam apresentar um desempenho satisfatório nas suas competições: Balanço Hídrico, Calórico, Mineral, Vitamínico e de Nutrientes.

Balanço Hídrico – A função da água no organismo humano é de solvente, atuando nas reações de termorregulação e enzimáticas. Se os esportista não ingerir uma quantidade de água suficiente durante a atividade física, isso pode resultar em um aumento da temperatura do corpo do atleta e da frequência do coração. Em virtude dessa situação, ocorre a baixa do volume sistólico fazendo com que o indivíduo tenha uma sensação de cansaço progressivo, o que fará com ele interrompa seu treino.

Balanço Calórico – O balanço calórico está intimamente ligado à produção energética do corpo humano a partir de aminoácidos, lipídios e arboidratos, que são fornecidos pela alimentação feita pela pessoa. Os lipídios e os carboidratos são essenciais para o metabolismo da energia coporal. O metabolismo basal, ou energia básica que é gasta por dia varia de acordo com a idade, sexo e altura do indivíduo. No entanto, nas pessoas de sexo feminino essa perda é e em torno de dez por cento. Vale ressaltar que a energia gasta pelos atletas, vai depender da intensidade e duração do treino.

Balanço Mineral – Existe uma grande necessidade do consumo de minerais para os altletas, pois eles são perdidos durante a transpiração e o esportista ao fazer sua atividade física, transpira muito perdendo substâncias importantes como magnésio, sódio, cloro e potássio. Principalmente no caso da perda do cloro e sódio, que devem ser repostos pois são elementos que participam da contração dos músculos no corpo humano. De acordo com pesquisadores, nos períodos que antecedem as competições, os atletas devem ingerir uma quantidade um pouco maior de sal, algo em torno de 20g/dia.

Balanço de Nutrientes – O balanço nutricional é formado por três importantes nutrientes: Proteínas, caboidratos e lipídios. Uma alimentação normal deve conter em média quinze por cento de proteínas, vinte e cinco por cento de lipídios e sessenta por cento de carboidratos, sendo que a nutrição dos esportistas que praticam atividades de força podem ter um pequeno aumento de proteínas. A quantidade de carboidratos ingeridos pelos atletas é muito importante pois está relacionada como o armazenamento de glicogênio muscular, que é uma substância muito utilizada durante os treinos físicos dos esportistas.

Balanço Vitamínico – Uma nutrição saudável fornece ao esportista, todas as vitaminas que são importantes para o seu organismo, não necessitando que ele faça uso de suplementos vitamínicos. No entanto, alguns atletas necessitam de uma quantidade maior de vitaminas B1, que são substâncias que participam do processo de degradação do carboidrato no organismo do indivíduo.

Consumo de nutrientes durante os treinos

É importante que o esportista saiba a quantidade de nutrientes que deve consumir durante a atividade física, para que possa ter um melhor rendimento. Os carboidratos devem ser ingeridos de preferência antes e depois do treino físico, já os lipídios representam a reserva de energia do corpo humano e portanto, a principal fonte energética. Geralmente, os esportistas que treinam por mais de quatro horas e participam de competições de vários dias necessitam de uma suplementação de proteínas. A ingestão suficiente de água é muito importante, pois a perda desse líquido limita o desempenho do atleta.

O consumo de vitaminas e sais minerais provenientes dos alimentos deve ser abundante, para que não haja falta desses nutrientes no corpo do indivíduo.

Por Salete Dias

Fonte: http://www.nutricaoemfoco.com/2011/01/18/nutricao-esportiva/
Produção e Organização de Eventos Esportivos - Consulte-nos