Runnersp
Login:
Senha:
  |  

Dieta nutricional para maratonistas

Dieta nutricional para maratonistas
A dieta nutricional para maratonistas é dividida em três partes (antes, durante e após a competição):

•Antes – Supercompensação de carboidratos, associado a uma diminuíção no ritmo do treino;
•Durante – Suplementação com carboidratos, proteínas, vitaminas e minerais para evitar a quebra demasiada de glicogênio e aumentar sua reserva;
•Após – Ingestão de proteínas e carboidratos afim de recuperar os músculos de forma mais eficaz e repôr as reservas de glicogênio.
Lembrando que esses procedimentos devem ser seguidos também de uma boa hidratação nas três etapas da dieta nutricional para maratonistas.

Pesquisadores divergem a forma de quais caminhos o atleta chegará a ter resultados melhores nas competições, porém todos concordam que tanto de um jeito quanto de outro, os resultados virão. Alguns orientam que o corredor diminua a intensidade do treinamento antes da corrida e faça bom estoque de glicogênio no organismo, consumindo mais carboidratos e também ingerindo mais água.

Outros indicam ao atleta fazer uma corrida intensa uma semana antes da competição e diminuir bastante consumo de carboidratos por até 3 dias antes, para baixar muito o nível de glicogênio no organismo, assim o mecanismo de defesa dele faria um estoque maior de glicogênio. E faltando de dois a três dias para a corrida, o consumo de carboidratos deve ser aumentado para que haja mais reserva de energia.

Todos os dois parâmetros têm por interesse o melhor desempenho do atleta, e são de extrema importância para quem quer obter melhores resultados nas competições.

A dieta nutricional para maratonistas pode ser da seguinte forma:

•Antes das competições – carboidratos complexos como pães, arroz, batatas, massas e outros;
•Durante – frutas e bebidas isotônicas;
•Após – variados tipos de nutrientes, mas pricipalmente proteínas e carboidratos, como carnes e massas.
Atenção com as condições climáticas que antecedem a competição, porque o calor excessivo pode exigir mais de você. A desidratação é mais rápida quando a temperatura está muito elevada, e isso faz com que o atleta naturalmente perca sua força física para continuar a prova.

A hidratação adequada é aquela em que o indivíduo toma água sem sentir sêde, por isso não espere pelo sintoma. Desde os treinos até mesmo às competições, a ingestão de água junto a sais minerais e carboidratos é imprescindível a uma boa peformance e a manutenção da saúde do atleta ou praticantes normais de qualquer atividade física.

O acompanhamento médico é outro fator de grande importância para o estado de saúde de qualquer atleta.

Por Márcio Costa
Fonte: http://www.nutricao-esportiva.com/
Produção e Organização de Eventos Esportivos - Consulte-nos