Runnersp
Login:
Senha:
  |  

Quenianos querem manter hegemonia na 13ª edição da Volta da Pampulha.

Quenianos querem manter hegemonia na 13ª edição da Volta da Pampulha.

Tradicional prova na capital mineira será no dia 4 de dezembro e reúne a rivalidade entre brasileiros e africanos.

Nas últimas três edições da Volta da Internacional da Pampulha, os quenianos venceram no masculino. No feminino, a hegemonia é ainda maior com quatro títulos seguidos. E, mais uma vez, o país africano tem um time de primeira linha para dominar os 17,8 quilômetros da prova, que será disputada no domingo (4).

Nicholas Kimeli Keter, Jonah Kiplagat Kemboi e Barnabas Kiplagat (atual campeão) estão entre os favoritos na elite masculina. Entre as mulheres, Nancy Jepkasgey Kipron (vencedora em 2010) e Bornes Jepkirui Kitur são as mais cotadas para rivalizar com as brasileiras. Na lista, há também representantes da Tanzânia.

"Eles disputam a prova para ganhar. Por isso, a expectativa é das melhores para Belo Horizonte. O trabalho é específico para essa prova e, a maioria dos africanos, fica por três meses no País para se adaptar", revela o treinador dos quenianos, Moacir ‘Coquinho’ Marconi, que mantém um centro de treinamento em Nova Santa Bárbara, no interior do Paraná.

Em 12 edições da prova no masculino, os quenianos venceram sete, contra cinco do Brasil. Em 2010, o vencedor foi Barnabas Kiplagat Kosgei. Já em 2008 e 2009, Nicholas Koech foi o ganhador. Lawrence Kiprotich (2004 e 2005) e David Cheruyiot (2000 e 2001) também foram bicampeões da Volta Internacional da Pampulha.

Na categoria feminina, as quenianas buscam o quinto título seguido. No total, as brasileiras ainda dominam a prova, com sete conquistas, contra cinco vitórias quenianas. Destaque para Lucélia Peres com três ouros.

"A presença dos africanos melhora o nível dos corredores brasileiros da elite. A prova também ganha mais força", finaliza Coquinho.

Confira a lista completa de campeões da Volta da Pampulha Masculino
2010 - Barnabas Kiplagat Kosgei (Quênia) - 54min08s
2009 - Nicholas Koech (Quênia) - 52min48s
2008 - Nicholas Koech (Quênia) - 53min05s
2007 - Franck Caldeira - 53min13s
2006 - Franck Caldeira - 53min52
2005 - Lawrence Kiprotich (Quênia) - 52min23s (recorde da prova)
2004 - Lawrence Kiprotich (Quênia) - 53min53s
2003 - Franck Caldeira - 52min49s
2002 - Vanderlei Cordeiro - 53min10s
2001 - David Cheruyiot (Quênia) - 53min07s
2000 - David Cheruiyot (Quênia) - 53min13s
1999 - Vanderlei Cordeiro - 52min30s

Feminino
2010 - Bornes Jepkirui Kitur (Quênia) - 1h05min12seg
2009 - Pasalia Chepkorir (Quênia) - 1h00min39s (recorde da prova)
2008 - Nancy Kipron (Quênia) - 1h02min23s
2007 - Nancy Kipron (Quênia) - 1h02min41s
2006 - Lucélia Peres - 1h02min14
2005 - Lucélia Peres - 1h00min57s
2004 - Lucélia Peres - 1h03min14s
2003 - Salina Kosgei (Quênia) - 1h02min20s
2002 - Márcia Narloch - 1h02min28s
2001 - Zeferina Baldaia - 1h02min12s
2000 - Cleuza Maria Irineu - 1h01min48s
1999 - Cleuza Maria Irineu - 1h02min05s

A primeira largada da Volta da Pampulha será a dos cadeirantes às 7h35. Dez minutos depois é a vez da elite feminina sair em busca da vitória.

A elite masculina, pelotão C e pelotão geral largam às 8 horas. Às 8h25 saem os atletas com outros tipos de deficiência. A saída será na Praça Alberto Dalva Simão, a exemplo do que ocorreu nos anos anteriores.

Inscrições encerradas e kits -A entrega dos kits de participação será feita somente nos dias 2 de dezembro, das 9 às 19 horas, e no dia 3 de dezembro, das 9 às 17 horas, no Hipermercado Carrefour - Pampulha, Avenida Presidente Carlos Luz, 4055, Bairro Pampulha. A organização alerta que não haverá entrega de kit de participação no dia do evento.

A Volta Internacional da Pampulha tem patrocínio da Caixa, Correio, Fisk e Rexona, e patrocínio especial da Fila. A realização e organização é da Rede Globo e Yescom, com apoio especial da Prefeitura de Belo Horizonte, Governo do estado de Minas Gerais, Belotur e promoção da Rede Globo, SporTV e Globoesporte. Apoio é de Subway ,Café 3 Corações, Gatorade, Unimed BH, Montevergine, Probiótica, TAM Viagens, Green CO2 - Neutralização de Carbono, Rádio Globo e CBN. A supervisão é da Confederação Brasileira de Atletismo, Federação Mineira de Atletismo, IAAF, AIMS e Ideeia (Instituto de Desenvolvimento do Esporte Educação e Inclusão).

Fonte: www.zdl.com.br
Produção e Organização de Eventos Esportivos - Consulte-nos