Runnersp
Login:
Senha:
  |  

Segredos para fazer uma boa corrida.

Segredos para fazer uma boa corrida.

Completar a distância pela primeira vez, vencer um desafio, participar e se divertir, melhorar o tempo, ou até mesmo utilizar a prova como treino ou parte da preparação para uma outra. São vários os objetivos que nos levam a treinar para encarar uma determinada competição. Para alguns, fazer uma boa prova pode ser completar em 45 minutos, e para outros em 60, tudo dependerá muito de um destes propósitos acima citados e do nível que este corredor estiver.


Baseado nestas variáveis, nossa idéia aqui é apresentar algumas dicas importantes, que podem ser cruciais para que você realize uma boa corrida, independente de qual for seu objetivo.

Avaliação médica- Todos nós, sem exceção, antes de iniciarmos um programa de atividades físicas, temos que passar pela rigorosa avaliação de um cardiologista especializado em esportes, e também pela avaliação de um bom ortopedista, que antecipará qualquer pré-disposição a lesões ósseo-musculares. Normalmente, junto a consulta são solicitados e analisados exames como sangue, urina e os de esteira, ergométrico ou ergoespirométrico, que servirão para saber se há alguma restrição e o estágio em que se encontra o indivíduo fisicamente.

Avaliação técnica e física. Passado pelos exames médicos, quem cuidará de suas próximas avaliações, interpretará estes dados e prescreverá o treinamento na medida certa, será o treinador.

Obrigatoriamente este tem que ser alguém que estudou muitos anos para isso, e que possua registro no CREF (Conselho Regional de Educação Física). Não adianta ser alguém que apenas participou de várias provas, que foi um campeão ou que tem um corpo bonito. Tem que ser um verdadeiro profissional do ramo e devidamente credenciado, que saberá sempre potencializar com maestria seus pontos fortes e minimizar ou eliminar seus pontos fracos, além de respeitar suas limitações e restrições.

Treino, descanso e alimentação. São 3 itens intimamente ligados, palco de vários estudos e discussões. Não se pode errar na dose do treino, nem para mais, nem para menos, não se pode desconsiderar um bom repouso após este, para preparar o corpo para novos estímulos, e não se pode descuidar da alimentação, que será decisiva neste processo de acumulo e recuperação de energia para novas cargas.

A escolha de uma boa prova. Para se fazer uma boa prova, antes de tudo, é fundamental escolher uma boa prova! Deve-se considerar percurso, se plano ou não, a média de temperatura na época, se alta ou baixa, e hoje em dia, principalmente o número de inscritos. Com o grande aumento no número de corredores, cada dia fica mais difícil largar e conseguir encontrar seu ritmo ideal, em uma prova com muitos inscritos. Neste caso, se o objetivo for performance, a chance de sucesso é muito reduzida, mesmo que você esteja bem preparado fisicamente para isso. Se for correr por diversão, hoje objetivo da maioria, talvez quantos mais inscritos melhor!

Planejamento prévio do treino. O planejamento do treino é indispensável, uma ciência fantástica e muito desafiadora. Segundo os estudiosos do ramo, um corredor de longa distância só consegue estar no ápice de sua forma física (100%) em dois períodos por ano. Portanto, devem-se planejar estes períodos para as principais provas, e logo em seguida, diminuir a carga do treino, buscando uma boa recuperação física e mental. Não adianta não estar 100% em forma no dia da prova principal e muito menos antes, pois quando realmente for importante, o resultado não sairá. Não adianta também querer bater seus recordes em todos os períodos do ano, pois naturalmente haverá épocas de alta e épocas de baixa.

Motivação e respeito no dia da prova. Por fim, a motivação para um bom resultado, o respeito pela distância e pelas características da prova são algo de fundamental importância no processo final. Uma vez bem treinado, bem alimentado, descansado, conhecendo e respeitando o percurso, é como se você fosse participar de uma prova escrita, onde já soubesse o que irão te perguntar! Não é necessário ter aquela preocupação com o desconhecido, basta simplesmente pensar em fazer aquilo que você realizou nos treinos e esperar o melhor para o final.

Costumo dizer que o ideal é ir a uma prova com a alegria de quem vai a uma festa e não com a preocupação de quem vai prestar o vestibular. Correr com alegria, sabendo que é um grande privilégio ter saúde e poder participar de um momento tão sublime e saudável!



Texto escrito por: Prof. Nelson Evêncio – Graduado em Educação Física, Pós Graduado em Treinamento Desportivo, Pós Graduado em Administração e Marketing Esportivo, Credenciado pela IAAF e Presidente da ATC- Associação dos Treinadores de Corrida de São Paulo.

Fonte: http://brasil.puma.com/lifestyle/posts/segredos-para-fazer-uma-boa-corrida-por-prof-nelson-evencio
Produção e Organização de Eventos Esportivos - Consulte-nos