Runnersp
Login:
Senha:
  |  

Proteja-se do sol e faça do filtro solar um aliado durante os treinos e provas

Proteja-se do sol e faça do filtro solar um aliado durante os treinos e provas
Em busca de encontrar uma forma de manter a saúde em dia, muitas pessoas começam a praticar corrida de rua. Sair do sedentarismo, no entanto, exige algumas precauções. Como é um esporte ao ar livre, os praticantes da modalidade ficam em constante exibição à luz solar e, consequentemente, aos perigos oferecidos pela radiação ultravioleta. Por conta disso, as orientações de um profissional no assunto são fundamentais antes de sair para correr.

É bem provável, quase uma certeza, que esse especialista vá dizer que o uso do protetor solar é a solução mais adequada. Mas você sabe como passar o produto antes do treino ou da prova para que ele não se torne um inconveniente? Qual é o melhor tipo de protetor para passar na pele antes da atividade física? Se ele é útil apenas em dias de sol? Para solucionar essas e outras questões, falamos com a dermatologista Fabiana Corio, que dá algumas dicas aos corredores.

Como se proteger do sol durante a corrida?

"O ideal é espalhar bem o protetor e não passar uma camada muito fina. Para fazer o efeito desejado, é legal colocar em uma boa quantidade. Como o corredor sua muito, não é indicado passar muito próximo aos olhos, para não correr o risco de o filtro escorrer para a vista e virar um transtorno, já que pode arder muito. Além disso, o protetor sozinho não garante toda a proteção. É bom estar, durante a atividade, com um boné e uma camisa, desde que não seja muito escura".

Indicação: usar protetores físicos

"Existem dois tipos de filtros: o químico e o físico. O químico tem aquele cheiro de piscina. Quando vem a radiação solar, ele faz uma reação química e protege a pele. Já o filtro físico defende fazendo uma barreira, como se estivesse passado uma lama no rosto, por exemplo. O ideal para o corredor é o físico, porque protege mais da radiação e é menos irritante. Com a transpiração, o suor pode levar o filtro para o olho, e o químico causa mais irritação".

Como identificar cada tipo de filtro

"Os físicos são aqueles que geralmente ficam brancos. Geralmente os dois tipos vêm combinados, mas, quanto menor é o fator, mais químico ele é. O físico é o fator de proteção mais alto, a partir do 30, por exemplo".


Corra dos efeitos dos raios ultravioletas e proteja-se (Getty Images)Consequências da radiação a curto prazo

"Pessoas de pele muito clara, que correm quando o sol está forte, como na hora do almoço, por exemplo, podem ter queimaduras solares a curto prazo. Com isso, podem ficar com a pele vermelha, ardendo, com bolhas".

Consequências da radiação a longo prazo

"Mesmo nos horários em que o sol não está tão forte, a corrida sem filtro solar oferece riscos a longo prazo. Recebendo todo dia a radiação ultravioleta, o corredor sofre um envelhecimento precoce da pele, porque os raios destroem as fibras elásticas e colágenos da pele. Isso gera algumas lesões como consequência, como manchas, que podem se transformar em câncer de pele. As pessoas que tem pintas muito escuras têm que ter ainda mais cuidado".

O perigo escondido

"Mesmo em dias nublados, 80% da radiação ultravioleta passam pelas nuvens. Por isso, o corredor deve ter a proteção do filtro, para não ser lesado"

Fonte: http://globoesporte.globo.com/atletismo/corrida-de-rua/noticia/2011/07/proteja-se-do-sol-e-faca-do-filtro-solar-um-aliado-durante-os-treinos-e-provas.html
Produção e Organização de Eventos Esportivos - Consulte-nos