Runnersp
Login:
Senha:
  |  

Dicas Sobre o Tênis e Corrida.

Dicas Sobre o Tênis e Corrida.

Case o formato do seu pé com o tênis de corrida – Certifique-se que o formato do seu pé case com o do tênis de corrida. Se você tiver arco do pé muito baixo ou pé chato, precisa encontrar um tênis de corrida com a área logo abaixo da planilha em molde reto. Se o arco do pé for de altura média, você precisará de um tênis de corrida semi-curvo (mais de 80% são assim). Se tiver o arco de pé alto, você precisará de um tênis curvado. Pode causar dor se estiver utilizando o tênis errado. Um tênis que for muito curvado para você causará atrito no dedinho do pé ocasionando bolhas, calos ou calosidades. Já um tênis que for muito reto para o seu pé causará os mesmos problemas ao dedão, assim como aumentará a probabilidade de joanete.

Torne sua corrida em trilha mais segura – Algumas das suas corridas podem ser feitas sobre superfícies mais macias para reduzir o impacto do asfalto e calçadas. Trilhas oferecem bons desafios e superfície mais macia, ambos ótimos para o seu treinamento. Tênis de corrida comum funcionará para correr em trilhas, porém um tênis específico para trilhas tornará a corrida mais agradável e provavelmente mais segura por causa da sua melhor tração e estabilidade.

Tênis de competição pode fazê-lo ganhar alguns segundos – Se você estiver interessado em conseguir uma boa marca e obter um recorde pessoal, leve em conta que os tênis de competição podem fazê-lo ganhar 1 segundo por km para cada 45 gramas a menos no tênis. O que isso significa? Se o seu tênis de treinamento pesa 340 gramas e um tênis de competição não pesa mais que 225 gramas, então você poderia correr uma prova de 5 km 12 segundos mais rápido por usar um calçado mais leve. Tênis de competição são apenas para isso, competições, e não oferecem proteção tão boa quanto os de treinamento. Porém se os segundos ganhos compensarem o tempo de recuperação extra que você precisará, então deve considerar seriamente usá-los.

Dê uma examinada nas palmilhas – Retire as palmilhas do seu tênis de corrida e dê uma olhada nelas. Se elas forem daquela espuma frágil de EVA, então você pode obter muito mais conforto, suporte, ou ambos ao substituí-las por uma palmilha especial com materiais mais macios e que ofereçam melhor suporte. Considere fazer isso quando comprar tênis novos também.

Escolha o solado correto – Se o seu pé movimenta para dentro quando você corre, isso pode fazer com que seu joelho doa. Procure por tênis de corrida com cor cinza na borda da parte de dentro do solado. Esses são tênis de estabilidade desenvolvidos para manter seus pés alinhados quando você corre.

Troque seu tênis de corrida pelo menos duas vezes por ano - Examine seu tênis de corrida procurando por desgaste na sola e solado. Quando seu tênis fica um pouco desgastado na sola, veja os lados do solado procurando por pequenas rugas na espuma de EVA. Essas rugas indicam que o solado está comprimido e não provê tanto amortecimento quanto antes. Quando o solado fica comprimido você pode começar a ter os músculos doloridos com maior freqüência, ou até ficar lesionado. Considere trocar seu tênis de corrida duas ou mais vezes por ano.

Fique de pé ao medir seu número de calçado - Sempre tenha seu pé medido para tênis de corrida de pé com seu joelho levemente dobrado. Se pé achata um pouco quando está suportando o peso do seu corpo e fica um pouco maior. Não fique surpreso se o tamanho do tênis de corrida for um número ou dois maior que seus calçados comuns.

Não amarre seu tênis muito apertado – Não amarre seu tênis muito apertado ou poderá causar danos aos nervos no topo do pé. Se você é sensível a problemas de dormência no pé devido a laços apertados, procure por tênis de corrida que utilizem material mais grosso na lingüeta para proteger os nervos do pé.


Amarre seu tênis com um laço duplo – Antes de começar sua corrida, ou especialmente antes de uma competição, amarre seu tênis com um laço duplo. O laço extra prevenirá que seu tênis desamarre, o que é sempre um inconveniente.

Previna bolhas – Certifique-se sempre que suas meias de corrida são macias e bem ajustadas para prevenir bolhas.

Remova espinhos e adesivos – Depois de correr examine a sola do tênis de corrida e remova os espinhos e adesivos. Os espinhos poderiam migrar pela material da sola e causar problemas futuros. Isso também lhe dá a oportunidade de reparar qualquer desgaste excessivo no tênis que indique que ele precise ser trocado.

Fonte: Copacabana Runners

Produção e Organização de Eventos Esportivos - Consulte-nos